Reunião conjunta LAMIN/CPRM, DNPM e AGEDAM

Postado em

Aconteceu na segunda-feira, 25/08, na sede da CPRM/SUREG-RS, reunião entre os representantes do Laboratório de Análises Minerais – LAMIN do Serviço Geológico do Brasil – CPRM , do Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM e da Associação Gaúcha das Envasadoras de Água Mineral – AGEDAM, afim de discutir atuação em conjunta entre as entidades.

A CPRM apresentou as diretrizes do laboratório do LAMIN criado em Porto Alegre, que paulatinamente irá desenvolver todas análises químicas das águas minerais gaúchas, mas que por enquanto realizará tão somente as análises in loco, previstas para iniciar em outubro. Os pedidos ao LAMIN continuarão sendo solicitados pelo DNPM, que pediu para AGEDAM organizar banco de dados de todas as fontes, pois o Departamento encontra dificuldade nas vistorias devido encontrar informações imprecisas nos formulários apresentados. Ficou estabelecido que AGEDAM irá solicitar a todas empresas envasadoras, lista de todas fontes (poços) com endereço completo; coordenadas de geoprocessamento – GPS, disponível no boletim do LAMIN; datas de vencimento; número processo/ano; título numerário; e outras informações afim de organizar as análises e fazer o mapeamento das fontes junto ao CPRM.

A criação do LAMIN em Porto Alegre visa facilitar as análises e reduzir os custos para empresas envasadoras, que num primeiro momento já irão desonerar os valores das passagens aéreas dos técnicos que antes tinham que vir do Rio de Janeiro para fazer as coletas. O objetivo é que a médio prazo todos exames sejam feitos em Porto Alegre, mas que por enquanto ainda serão enviados ao Rio de Janeiro para exames mais elaborados. CPRM também está pesquisando laboratórios para credenciar no RS.

As empresas deverão continuar a encaminhar formulários para o DNPM que irá solicitar orçamento para LAMIN afim de encaminhar para as empresas. Após aprovação será montado roteiros de vistoria, onde as empresas ainda estarão responsabilizadas pelo transporte do técnico responsável. Os resultados terão um retorno aproximado de três meses, portanto os pedidos tem que ser feitos com uma antecedência de seis meses.

Estiveram presentes o Sr. José Leonardo Andriotti – Superintendente Regional CPRM; Ana Claudia Viero – chefe LAMIN RS; Ana Cristina Bomfim Peixoto – Engenheira Química LAMIN RS, responsável pelas análises in-loco das fontes de água mineral no estado do Rio Grande do Sul; Suzana Santos da Silva – secretária LAMIN RS; Valério Manoel Grando – DNPM; Manoel Dirceu Ribeiro Neto – Presidente AGEDAM; e Adilson Correia da Silva – apoio administrativo da AGEDAM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s